quinta-feira, 8 de setembro de 2011

A paraibana.


A paraibana é uma mistura quente
De nudez com rede, de cuscuz com leite.
Uma salada de força com delicadeza
De doçura com firmeza. Assim é a paraibana!

Uma mulher no corpo de uma menina
Cheia de esperança e de certeza.
Um touro brabo com alma feminina
Sem esquecer-se da beleza.

Uma felina na arte de amor
Dessas que a caça ensina como lidar
Como atrair com um certo pudor
Mas sem esquecer como dominar.

Desenho de Shiko: http://www.flickr.com/photos/derbyblue/

5 comentários:

  1. Esse menino cada vez melhor nos posts. Poesia caprichada e mel nas palavras. Jansen querido, você já é um de meus poetas favoritos!
    "xêro" pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Eu já disse né que tu escreve bem que só! Parabéns pelo texto, muito lindo!!

    ResponderExcluir
  3. Lindo! E viva a mulher paraibana!

    ResponderExcluir