quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Idade



Sabe... Eu não acredito no "tarde"!
É preconceituoso dizer que demorou!
Só você sabe o tempo que levou para entender o momento do "fazer"! E olhe que não estou falando de escolhas, elas são apenas os meios para a ação. Eu estou falando de agir. Sim, porque do pensamento até o momento do fato, muita coisa foi levada em consideração. O tempo, por exemplo, tem o seu próprio ritmo e não tem coisa mais difícil de se entender do que o nosso tempo. Seja no modo de compreender ou no modo de agir, o tempo estará lá, cronometrando tudo. Por isso, no "agora", em que o ser humano encontra a "batida guia", aquela que vai orientá-lo pelo resto da vida, o indivíduo se transforma.
Tudo a sua volta é ação, porque não há mais dúvidas. Só há passos. E eles devem ser dados um de cada vez, mas sem perder o compasso.
Insisto, nada é tarde para ser executado, tudo tem seu momento de ser feito!

Um comentário:

  1. " ...um de cada vez, mas sem perder o compasso. " Bem assim.

    ResponderExcluir